mscmtr

andy-stott-luxury-problems

Andy Stott – Luxury Problems

Andy Stott é um músico, DJ e produtor natural da cidade de Manchester (Reino Unido) que escolheu o passado ano de 2012 para lançar o soberbo e, de certo modo, surpreendente “Luxury Problems”, o terceiro longa-duração da sua carreira, novamente distribuído com a etiqueta da editora independente Modern Love.

Habitualmente conotado como um especialista na área do techno e da house com algumas influências industriais (consentâneas com a atmosfera típica da sua cidade natal), Andy Stott lançou na última década, quer sob o pseudónimo Andrea, quer em nome próprio, vários trabalhos dentro desses generos dançáveis incluindo os álbuns “Merciless” (2006) e “Unknown Exception” (2008) e ainda os extended-play’s “Passed Me By” e “We Stay Together” (ambos em 2011), sendo que estes últimos acabam por assinalar decisiva e definitivamente um ponto de viragem na sua sonoridade.

É que foi a partir daí que Andy Stott passou a compôr música mais densa e complexa, notóriamente mais desacelerada e feral, mas sempre impregnada pelos géneros que tão bem domina, também marcada pela introdução de contornos dub(step) numa receita atípica cujo resultado final é evidentemente menos dançável e mais ambiental, onde é abordado pela primeira vez o formato canção, não num sentido clássico, mas sim formal, estético, mediante a inclusão de alguns elementos mais harmoniosos nas suas composições.

Para tal efeito muito contribuiu a colaboração da ilustre desconhecida Alison Skidmore nas vocalizações, ela que havia sido (pasme-se!) uma sua antiga professora de piano. Às vocalizações angelicais desta, Andy Stott contrapõe o seu híbrido de electrónica com cariz urbano onde a influência do mestre Burial (vénia) está presente de uma forma perceptível se bem que subtil numa engenhosa mistura de variáveis combinadas de forma cirúrgica que acabam por resultar satisfatóriamente na criação de uma identidade própria.

De entre o alinhamento de “Luxury Problems”, destaque natural para o estupendo single “Numb”, para além de “Leaving”, “Hatch The Plan” e a própria faixa-titulo, se bem que aqui o todo é mesmo melhor do que a soma das partes pelo que aconselhamos a escuta do álbum na sua íntegra.

Alinhamento:

01. Numb
02. Lost & Found
03. Sleepless
04. Hatch The Plan
05. Expecting
06. Luxury Problems
07. Up The Box
08. Leaving

Facebook | Twitter