mscmtr

Atoms For Peace

Thom Yorke e Nigel Godrich removem a sua música do Spotify, em protesto

Os álbuns “Amok”, dos Atom for Peace e “Eraser”, de Thom Yorke, foram removidos do Spotify em forma de protesto contra o modelo de negócio da companhia sueca. Ao que tudo indica, é um modelo que continua a beneficiar os intermediários e não os artistas.

Nigel Godrich escreveu no twitter:

The reason is that new artists get paid fuck all with this model. It’s an equation that just doesn’t work

Ao que Yorke adicionou:

Make no mistake new artists you discover on #Spotify will not get paid. meanwhile shareholders will shortly being rolling in it. Simples.

Plataformas como o Spotify, Pandora ou Rdio são vistas como o futuro da indústria de distribuição de música. Mas se plataformas como estas são agora avaliadas em vários milhares de milhões de dólares e os artistas não recebem a sua justa parte, será que há futuro nisso?!

Ouçam “Default” gravada ao vivo em Los Angeles…